A diferença entre CFTV e videovigilância

Introdução

Definindo CFTV e Vigilância por Vídeo

CCTV significa Circuito Fechado de Televisão. Refere-se a um sistema de TV no qual os sinais não são distribuídos publicamente, mas são monitorados de forma privada em telas. Os sistemas CCTV incluem câmeras, gravadores e monitores para monitorar uma área ou local específico.

Vigilância por vídeo refere-se à tecnologia mais ampla de captura de vídeo e imagens de um local para fins de segurança e monitoramento. Abrange CFTV, bem como outros métodos de monitoramento de vídeo, como câmeras IP, vigilância aérea e muito mais.

A principal diferença é que o CCTV utiliza transmissão fechada de sinais, enquanto a vigilância por vídeo inclui transmissão fechada e aberta. O CCTV também é geralmente usado especificamente para segurança, enquanto a vigilância por vídeo tem aplicações mais amplas.

Principais diferenças entre CFTV e videovigilância

Algumas das principais diferenças entre os sistemas CCTV e videovigilância são:

  • Transmissão – O CCTV utiliza transmissão fechada através de cabos para monitores privados. A videovigilância inclui transmissão sem fio e pode ser monitorada remotamente via internet.
  • Componentes – Os sistemas CCTV consistem em câmeras, cabos, monitores e gravadores. A vigilância por vídeo utiliza tecnologias adicionais, como câmeras IP, sistemas aéreos e sensores de movimento.
  • Aplicações – CCTV é principalmente para segurança e vigilância. A vigilância por vídeo também inclui monitoramento de tráfego, monitoramento remoto de ativos e locais, monitoramento de funcionários, etc.
  • Instalação – Os sistemas CCTV são complexos de instalar e requerem cabos. Os sistemas de vigilância por vídeo podem ser mais fáceis de configurar com componentes sem fio.
  • Digital – Os sistemas CCTV originais eram analógicos, enquanto a vigilância por vídeo é digital, permitindo integração, gravação e análise.
  • Escopo – O CFTV está limitado a câmeras e locais fixos. A vigilância por vídeo cobre áreas maiores com câmeras PTZ.

Benefícios e aplicações de CFTV e videovigilância

Tanto o CCTV como a videovigilância oferecem benefícios distintos para a segurança e as operações:

  • CFTV – Impede o crime, auxilia nas investigações, monitora o acesso ao local e os ativos. Utilizado em bancos, lojas, armazéns, etc.
  • Vigilância por Vídeo – Fornece monitoramento ampliado, cobre mais áreas e integra-se a outros sistemas. Usado para cidades, transporte, grandes instalações de campus, etc.

Eles compartilham aplicações como monitoramento de locais públicos, comportamento de funcionários, logística, etc., mas em escalas diferentes. A vigilância por vídeo oferece mais flexibilidade e amplia o escopo do monitoramento por vídeo.

Tipos de sistemas

Componentes e configurações do sistema CCTV

Os sistemas CCTV consistem nos seguintes componentes principais:

  • Câmaras – Os olhos do sistema. Câmaras fixas, dome, PTZ com lentes. Analógico ou digital. Captura e transmissão de vídeo.
  • CabeamentoRoteadores industriais sem fio ou cabos coaxiais ou CAT5 que transmitem sinais de câmeras para equipamentos de monitoramento.
  • Armazenamento e Gravação – DVRs, NVRs para gravar e armazenar imagens localmente. Gravadores analógicos ou digitais.
  • Monitores e ecrãs – Permitem a visualização em direto das câmaras. Monitores CCTV ou ecrãs de vídeo analógicos/digitais.
  • Fonte de alimentação – Fornece energia às câmaras e à infraestrutura de transmissão.

Os componentes são configurados em conjunto em sistemas como:

  • Analógico – As câmaras ligam-se através de cablagem coaxial a DVRs e monitores analógicos de CCTV.
  • Digital – As câmaras IP ligam-se através de cablagem ethernet a NVRs e ecrãs/monitores digitais.
  • Híbrido – Mistura de câmaras analógicas e IP que alimentam gravadores e monitores. Sistema atual mais comum.

Tipos e tecnologias de sistemas de videovigilância

A videovigilância abrange uma gama mais vasta de tipos de sistemas e tecnologias:

  • Sistemas de câmaras IP – As câmaras de rede ligam-se sem fios através de WiFi ou LAN com fios a NVRs e monitorização digital.
  • Vigilância aérea – Utiliza drones, helicópteros e aviões com câmaras para cobertura de grandes áreas.
  • Câmaras PTZ – Câmaras de panorâmica, inclinação e zoom que podem mover-se e fazer zoom em áreas de interesse.
  • Sensores de movimento – Detectam movimento e iniciam automaticamente a gravação de eventos.
  • Baixa luminosidade e visão nocturna – Câmaras com iluminação IR para visibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Câmaras corporais – Pequenas câmaras, como as dashcams e as bodycams, para vigilância móvel.
  • ANPR/LPR – Reconhecimento automático de números/placas de matrícula utilizando OCR e IA.
  • Integração móvel – Visualização da vigilância remotamente em telemóveis e dispositivos móveis.
  • Armazenamento na nuvem – Filmagens armazenadas e geridas remotamente em servidores na nuvem.

Características e capacidades

Características do sistema CCTV

As principais características dos sistemas de CCTV incluem:

  • Visualização em direto – Monitorização em tempo real de imagens de câmaras em ecrãs e monitores de CCTV.
  • Gravação – Captura e armazenamento de imagens de câmaras utilizando DVRs, NVRs e suportes de armazenamento.
  • Reprodução – Revisão e análise de imagens de CCTV gravadas, conforme necessário, de acordo com as permissões do utilizador.
  • Deteção de movimento – Ativação de alertas e gravação com base em sensores de movimento.
  • Acesso remoto – Visualização de feeds de CCTV remotamente através de ligações com fios a centros de monitorização.
  • Controlo PTZ – Controlo de panorâmica, inclinação e zoom das câmaras para monitorizar áreas de forma dinâmica.
  • Visualização nocturna/baixa luminosidade – Monitorização contínua com iluminadores IR em condições de baixa luminosidade.
  • Analógico – Os sistemas CCTV originais utilizavam sinais, cablagem e componentes analógicos.

Características do sistema de vigilância por vídeo

Para além das funcionalidades de CCTV, a videovigilância oferece:

  • Transmissão sem fios – As câmaras podem ligar-se através de Wi-Fi, 4G, Bluetooth em vez de cabos.
  • Armazenamento/Gestão na nuvem – Filmagens armazenadas e geridas em servidores na nuvem em vez de DVRs locais.
  • Vídeo Full HD – Vídeo de alta definição 1080p ou 4K de câmaras digitais.
  • Seguimento de movimentos – Seguimento sofisticado de objectos e movimentos entre vistas.
  • Deteção inteligente de movimento – IA para reduzir os falsos alertas e acionar gravações e alertas específicos.
  • Análise – Algoritmos para analisar imagens para estatísticas, padrões, tipos de objectos, etc.
  • Interoperabilidade – Integração com controlo de acesso, alarmes, sensores e outros sistemas através de APIs.
  • Visualização móvel – Acesso a vídeos em direto e gravados a partir de telefones ou dispositivos móveis.
  • Cobertura de grande área – Implantação em grande escala em cidades, infra-estruturas e regiões.

Benefícios e aplicações

Vantagens do CCTV

Os sistemas de CCTV oferecem grandes vantagens em termos de segurança:

  • Dissuasão do crime – As câmaras CCTV visíveis dissuadem a atividade criminosa e o roubo.
  • Ajuda nas investigações – As imagens gravadas fornecem provas visuais para as investigações.
  • Monitorizar os activos – Vigiar as infra-estruturas críticas, o inventário, o equipamento, etc.
  • Restringir o acesso – Gerir o acesso a áreas sensíveis, como salas de servidores.
  • Observar os trabalhadores – Assegurar a segurança dos trabalhadores e o seu comportamento correto em termos de responsabilidade.
  • Monitorização remota – Veja vídeos em direto e gravados a partir de um local externo.
  • Monitorização 24/7 – Continuidade da gravação e supervisão dia e noite.

Vantagens da videovigilância

A videovigilância oferece as vantagens do CCTV plus:

  • Flexibilidade – As câmaras sem fios, a integração móvel e o armazenamento na nuvem proporcionam uma implementação flexível.
  • Escalabilidade – Os sistemas podem ser facilmente expandidos com mais câmaras e armazenamento.
  • Análises – Análise automatizada de filmagens utilizando IA para tendências e informações.
  • Interoperabilidade – Integra-se com outros sistemas de segurança, redes IoT e infra-estruturas de TI.
  • Cobertura de grandes áreas – Monitorize grandes regiões, perímetros e áreas públicas.
  • Alta qualidade de imagem – Captura de detalhes com vídeo HD e 4K.
  • Funcionalidades inteligentes – Seguimento de movimentos, deteção inteligente de movimentos e muito mais.

Áreas de aplicação para CCTV e videovigilância

As aplicações típicas de CCTV incluem:

  • Lojas de retalho e centros comerciais
  • Bancos e caixas multibanco
  • Armazéns e fábricas
  • Edifícios e complexos de escritórios
  • Apartamentos e complexos habitacionais
  • Instalações governamentais
  • Hotéis e resorts
  • Casinos e clubes
  • Hospitais e clínicas
  • Escolas e campus

Outras utilizações importantes da videovigilância incluem:

  • Aplicação da lei e segurança pública
  • Monitorização do tráfego
  • Infra-estruturas críticas
  • Estaleiros de construção
  • Logística e transportes
  • Cidades e edifícios inteligentes
  • Serviços públicos e energia
  • Estádios e locais de eventos
  • Monitorização e conservação da vida selvagem
  • Gestão de catástrofes
  • Militar e defesa

Comparação entre CCTV e videovigilância

Característica CCTV Vigilância por vídeo
Objetivo e funcionalidade Segurança, controlo de acesso e supervisão em locais fixos Conjunto mais vasto de utilizações, incluindo análises, localização de objectos em grandes áreas, monitorização de empregados e muito mais
Localização e âmbito de aplicação Interior dos edifícios e instalações, cobertura exterior limitada centrada nos pontos de entrada Cobertura interior e exterior alargada em campos de visão mais amplos
Gestão de dados Gravado e armazenado localmente utilizando DVRs, NVRs, armazenamento no local O armazenamento em nuvem permite a gestão de dados fora do local
Custos Custos de hardware mais baixos, mas custos de instalação mais elevados devido à cablagem. Custos correntes dos suportes de fita. Custos de câmara mais elevados, mas sem cablagem. Taxas de armazenamento na nuvem, mas sem custos de multimédia.
Vantagens Tecnologia madura e comprovada, cablagem inviolável, sem interferências sem fios, mais difícil de piratear remotamente Instalação rápida e flexível, escalabilidade e expansão, monitorização e acesso remotos, qualidade de imagem HD e 4K
Desvantagens Instalação e cablagem complexas, flexibilidade limitada na adição de câmaras, capacidades remotas limitadas, os sistemas analógicos têm uma qualidade de imagem inferior Custos iniciais da câmara mais elevados, pode estar sujeita a interferências sem fios, potenciais riscos de segurança com a monitorização remota, não dissuade o crime tão eficazmente como o CCTV visível

Perguntas Mais Frequentes

Qual é a diferença entre CCTV e videovigilância?

O CCTV utiliza sinais analógicos ou digitais de circuito fechado para fins de segurança. A videovigilância é um termo mais amplo que abrange o CCTV e outros métodos de monitorização de vídeo, como as câmaras IP, a transmissão sem fios, a monitorização de área alargada, a análise avançada, etc.

Quais são as vantagens do CCTV e da videovigilância?

Ambos dissuadem o crime, ajudam as investigações e controlam os bens e os empregados. O CCTV proporciona segurança física fixa, enquanto a videovigilância oferece monitorização, análise e integrações alargadas.

Quais são os diferentes tipos de sistemas de CCTV e de videovigilância?

Os sistemas de CCTV são analógicos, digitais ou combinações híbridas. A videovigilância inclui câmaras IP, sistemas aéreos, câmaras com sensores de movimento, PTZ, visão nocturna, câmaras de uso pessoal, ANPR e capacidades móveis.

Quais são as características dos sistemas de CCTV e de videovigilância?

Ambos oferecem capacidades de gravação, visualização remota, deteção de movimento e controlo de acesso. A videovigilância acrescenta flexibilidade sem fios, interoperabilidade, armazenamento em nuvem, imagens de maior resolução, rastreio de objectos e deteção inteligente de movimentos com recurso a IA.

Quais são as aplicações do CCTV e da videovigilância?

Ambos são utilizados para monitorizar áreas públicas, funcionários e restringir o acesso. O CCTV é ideal para locais fixos no interior, como bancos, lojas e escritórios, enquanto a videovigilância abrange regiões exteriores maiores, como cidades, infra-estruturas e campus.

Como funcionam os sistemas de CCTV e de videovigilância?

O CCTV utiliza câmaras ligadas a gravadores e monitores. A videovigilância utiliza câmaras IP digitais que podem ser ligadas sem fios para gravar, armazenar e transmitir imagens para monitores e dispositivos móveis.

Quanto custam os sistemas de CCTV e de videovigilância?

O CCTV custa cerca de 200 a 300 dólares por câmara, mais a instalação de cabos e armazenamento. As câmaras de videovigilância começam em cerca de 100 dólares para unidades básicas, mas os modelos 4K com IA podem custar mais de 1000 dólares por unidade. O armazenamento na nuvem tem taxas mensais.

Como é que escolho o sistema de CCTV ou de videovigilância mais adequado às minhas necessidades?

Avalie os seus objectivos de monitorização, áreas de cobertura, capacidades do sistema e orçamento. O CCTV funciona bem para a segurança de interiores, como lojas e escritórios. A videovigilância serve melhor os grandes espaços exteriores, como os centros das cidades. Adapte os componentes às suas necessidades.

Como instalar e manter um sistema de CCTV ou de videovigilância?

O CCTV requer a passagem de cabos longos, pelo que se recomenda a instalação profissional. A videovigilância é mais fácil de instalar, mas continua a beneficiar de uma configuração profissional. Ambos exigem a verificação periódica das câmaras, do armazenamento e da infraestrutura de monitorização.

O CCTV é o mesmo que a videovigilância geral?

Não. O CCTV é uma componente da videovigilância centrada na monitorização da segurança em locais fixos através de sistemas de câmaras de circuito fechado. A videovigilância é uma categoria mais vasta.

Onde é que os sistemas CCTV são normalmente instalados?

As localizações típicas de CCTV são bancos, lojas, centros comerciais, armazéns, unidades de produção, complexos de escritórios, complexos de apartamentos, hotéis, casinos, clubes, hospitais, escolas e edifícios governamentais que requerem controlo de acesso e supervisão.

Como são geridos os dados em CCTV e videovigilância?

O CCTV grava as imagens localmente utilizando DVRs e NVRs. A videovigilância pode armazenar dados localmente ou na nuvem para acesso e gestão remotos. O armazenamento em nuvem oferece mais flexibilidade.

Quais são as principais desvantagens do CCTV e da videovigilância?

A cablagem de CCTV é dispendiosa e limita a flexibilidade. A videovigilância apresenta alguns riscos de cibersegurança devido ao acesso remoto sem fios e à dependência da conetividade. Ambos podem levantar problemas de privacidade sem políticas de gestão adequadas.

Qual é a diferença entre câmara cctv e câmara ip?

O CCTV utiliza câmaras analógicas ligadas por cabo para transmitir vídeo. As câmaras IP são câmaras digitais em rede que comprimem e transmitem vídeo digitalmente através de redes LAN ethernet em vez de cabos coaxiais.

Qual é a diferença entre um sistema de segurança de 8 canais e de 16 canais?

Os canais referem-se ao número de câmaras suportadas. Um DVR ou NVR de 8 canais pode ligar 8 câmaras, enquanto um de 16 canais pode ligar 16 câmaras. A existência de mais canais permite a expansão do sistema.

Qual é a diferença entre câmara e videovigilância?

Uma câmara proporciona uma visão fixa, enquanto a videovigilância utiliza várias câmaras para uma cobertura alargada. As câmaras gravam, enquanto a videovigilância acrescenta componentes como o armazenamento, o acesso remoto e uma melhor análise. Uma câmara é um componente de um sistema de vigilância completo.

Qual é a diferença entre cctv e câmaras de segurança?

CCTV refere-se a um sistema completo de circuito fechado de câmaras, cablagem, armazenamento e monitores. As câmaras de segurança fornecem as capacidades de captura de vídeo, mas podem transmitir sem fios ou através de redes IP em vez de circuitos coaxiais fechados. Todas as câmaras CCTV são câmaras de segurança.

Qual é a diferença entre videovigilância e câmara de segurança?

A videovigilância refere-se ao sistema de vigilância global. As câmaras de segurança são um componente utilizado para a captação de vídeo, quer como parte de um sistema de CCTV ou de videovigilância. Todos os sistemas de CCTV e de videovigilância utilizam câmaras de segurança.

Qual é a diferença entre cctv e dvr?

Um DVR é um dispositivo de gravação utilizado com sistemas analógicos de CCTV para captar imagens. CCTV refere-se ao sistema de vigilância completo, incluindo câmaras, cabos, monitores e DVRs ou NVRs para sistemas digitais. A tecnologia CCTV baseia-se em DVRs.

Estudos de caso e exemplos

Implementações de CCTV bem-sucedidas

Retail

Uma cadeia de supermercados instalou um sistema de CCTV com 16 câmaras em cada loja para impedir os furtos em lojas. As câmaras monitorizaram artigos de elevado valor, como produtos electrónicos, bebidas alcoólicas, cosméticos e as áreas de pagamento. As imagens de CCTV ajudaram a identificar e a processar os ladrões de lojas, reduzindo as quebras em 30%.

Logística

Uma empresa de logística equipou os seus armazéns com uma combinação de câmaras CCTV fixas e PTZ para cobrir o inventário. As imagens podem ser analisadas para investigar a falta de stock, erros de cumprimento e queixas de roubo ou danos. Os erros foram reduzidos em 15% em todas as instalações.

Fabrico

Uma fábrica instalou câmaras CCTV nas linhas de produção para monitorizar as máquinas e os produtos acabados. As transmissões de vídeo ajudaram os engenheiros a aperfeiçoar os processos e a identificar o equipamento avariado antes que ocorressem grandes interrupções. O CCTV também melhorou o controlo de qualidade.

Banca

Um banco utilizou CCTV para monitorizar as áreas de manuseamento de dinheiro e os pontos de entrada/saída. A presença de câmaras CCTV visíveis, combinada com a utilização das imagens nas investigações policiais, reduziu os roubos em 75% ao longo de 5 anos em todas as sucursais. Também melhorou a perceção da segurança por parte dos clientes e dos funcionários.

Inovações e tendências futuras

A tecnologia de videovigilância continuará a avançar rapidamente. As principais inovações no horizonte incluem:

  • 1080p e 4K tornam-se resoluções padrão para uma melhor nitidez das câmaras
  • Análise de vídeo mais potente através de algoritmos de IA/aprendizagem profunda para extrair pontos de dados e informações importantes das filmagens
  • Maior integração com outros fluxos de dados, como controlo de acesso, sistemas de alarme, sensores ambientais, etc., para uma monitorização abrangente e resposta a incidentes
  • Visualização e controlo móveis mais convenientes dos sistemas de vigilância
  • Capacidades PTZ melhoradas com vistas de 360 graus, predefinições e funções de ronda
  • Sensores visuais para além da luz visível, incluindo sensores térmicos, infravermelhos, ultravioleta e multiespectrais
  • Câmaras incorporadas em todas as infra-estruturas através da Internet das Coisas e de iniciativas de “cidades inteligentes
  • Adoção da vigilância por drones pelas empresas, autoridades policiais e consumidores
  • Crescimento das câmaras de vigilância corporal e das câmaras de bordo para vigilância móvel individual
  • Avanços na tecnologia de armazenamento que permitem períodos de retenção de vídeo mais longos

A videovigilância tornar-se-á uma tecnologia cada vez mais difundida “olhos em todo o lado” graças a melhores câmaras, backends analíticos mais potentes e capacidades de ligação em rede alargadas. A adoção de sistemas de câmaras IP e CCTV de alta definição também continuará a crescer devido à qualidade de imagem superior e à flexibilidade sem fios em comparação com os antigos CCTV analógicos.

Conclusão

O CCTV e a videovigilância têm o objetivo comum de captar vídeos de segurança e melhorar a supervisão. O CCTV é a tecnologia tradicional que utiliza um circuito fechado de câmaras e cablagem, proporcionando uma monitorização em local fixo, ideal para espaços interiores claramente definidos. A videovigilância abrange os sistemas de CCTV, mas estende a monitorização ao exterior e a áreas mais vastas com tecnologias como câmaras IP sem fios, sensores integrados e gestão e análise remotas de dados na nuvem.

Os sistemas digitais baseados em IP são agora a norma, proporcionando uma qualidade de imagem superior, escalabilidade e capacidades de integração de dados em comparação com o antigo CCTV analógico. A videovigilância também permite novas funcionalidades inteligentes e flexibilidade graças a tecnologias como a IA, a conetividade 4G/5G, os sistemas aéreos e a integração móvel.

O CCTV funciona melhor em espaços interiores de pequena e média dimensão que requerem vistas limitadas, como bancos, lojas e escritórios. Grandes instalações como centros urbanos, locais de infra-estruturas críticas, grandes zonas de retalho e centros de transporte são melhor servidos por capacidades de videovigilância inteligente em grande escala. Embora os custos estejam a baixar, os sistemas de videovigilância exigem mais